Bio

Bio

Genres: Blues, Heavy metal, Pop, Rock

Location: Volta Redonda, Brazil

 Formada em 2003, na cidade de Volta Redonda-RJ, a banda de Rock D'HanKs trilha uma carreira sólida e ascendente, com três CD independentes (“Escolhas e Renúncias”, “Mil Faces” e “Veredicto”); nove videoclipes (também independentes, sendo dois destes feitos em parceria com produtoras); diversas aparições e presenças em TV e rádios locais da região Sul Fluminense ou em programas de âmbito nacional; além de um grande histórico de shows, na região Rio/São Paulo, e muitos prêmios conquistados nos festivais em que foram selecionados.

O primeiro troféu veio na categoria de banda Revelação da segunda edição do Rock ‘n Roll Festival, em Andrelândia-MG (2007). E, com o lançamento do primeiro CD, em 2009, o “Escolhas e Renúncias”, a lista de vitórias se estendeu, devido a uma das 13 faixas autorais (compostas entre 2003 e 2009): “Rainha do Drama”. Esta se tornou a primeira favorita das pessoas que acompanhavam a banda e rendeu: o primeiro lugar na categoria Pop Rock, na 10ª edição do Festival de Bandas Novas de Juiz de Fora-MG (2008); o primeiro lugar do I FEMUFF-VR (Festival de Música da Universidade Federal Fluminense de Volta Redonda, em 2008); três troféus no Festival “Canta Rio Sul” (promovido pela TV Rio Sul, afiliada local da Rede Globo) - Agrado Popular, durante a semifinal, Melhor Intérprete e 2º lugar na categoria Pop Rock; e os prêmios de melhor baterista e tecladista, na edição competitiva do festival Volta Redonda do Rock, em 2010 (em Volta Redonda-RJ).

Por estes motivos, ‘Rainha do Drama’ foi a escolhida para a gravação do primeiro clipe, muito bem recebido pelo público e produzido inteiramente pela banda, assim como foi o segundo vídeo, para a música ‘Escolhas e Renúncias’, que logo se tornou um hino para os primeiros fãs.

Com o primeiro CD veio a primeira aparição em TV nacional, no programa Atitude.com (TV Brasil), e a premiação como vencedora do II FEMUFF-VR, com a primeira faixa, “Segredos”, em 2009.

A produção do segundo CD, “Mil Faces” iniciou-se em 2010 e teve a faixa de abertura, “Sem Sinais”, lançada como single, em 2011, com vídeo produzido em parceria com a Casulo Produções (Volta Redonda-RJ), e marcando a estreia da D’HanKs em rádios FM e AM regionais.

Em 2012, com o lançamento oficial do segundo álbum (produzido com apoio da Lei de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Volta Redonda, no EME Estúdio, RJ, e masterizado no Sterling Sound Studio, por Dave McNair, em Nova York, EUA – responsável por trabalhos de aristas de David Bowie à banda Flyleaf), vieram mais vídeos feitos pela própria banda, para as músicas “Hora da Insônia” (abril) e “Chore” (agosto); e em 2013, para “Utopia” (abril) e “Sua Menina” (junho). Além disso, a música “Bailarina”, em 2013, emplacou nas rádios locais.

A segunda faixa do Mil Faces, “Silêncio”, foi o grande destaque da banda. Com excelente estreia nas rádios locais, em 2012, ela abriu portas para festivais nacionais e locais, e ainda se classificou, por unanimidade do júri, para a final do concurso MinhaBanda.Com (programa Plugue - TV Rio Sul), alcançando o segundo lugar, por votação popular. Além disso, em 2014, seu videoclipe (produzido em 2012, numa parceria com a Pexera Produções, de São Paulo-SP) estreou nos programas TVZ Experimente (Multishow) e no Set List (BIS – ambos da Globosat).

         Também, em 2014, a parceria com os irmãos Diogo e Tuta, do EME estúdio (por onde já passaram artistas como Biquíni Cavadão, Strike, Diogo Nogueira, Pitty, Glória, entre outros), e com o engenheiro de som Dave McNair teve continuidade e o CD Veredicto (com 10 faixas inéditas, mostrando uma notável maturidade no som, sem perder a identidade) foi lançado, primeiramente de forma online, no site oficial – com previsão de lançamento do formato físico até o fim de 2014. A faixa “Ressurgir” foi o primeiro single, com direito a um novo videoclipe independente, baseado na série Kill Bill (Quentin Tarantino), e filmado e dirigido por Edjor Moraes (também responsável pelas imagens e direção Hora da Insônia e Sua Menina).

Quanto às influências, a banda é conhecida por sua variedade, incluindo nomes do rock e do pop, nacional e internacional, clássico e atual, com destaque para: Evanescence, Alanis Morissette, System of a Down, Foo Fighters, entre muitos outros. Essa variedade aparece claramente nas composições e, assim, a D'HanKs consegue manter sua personalidade única, passeando por diversas vertentes do rock, sem perder sua identidade - ora agressiva, ora suave e, principalmente, uma mistura de ambas as características.

*Para conhecer mais detalhes sobre a trajetória da primeira década da banda, assista à série “D’HanKs 10 Anos”, disponível no canal @BandaDHanKs, no Youtube.


>>>>>>> POR QUE "D'HanKs"?

A explicação do nome começa pelo ator Tom Hanks e sua atuação no filme “Forrest Gump, o contador de histórias”. Gilberto, um colega do Rogério, usava o sobrenome do ator como apelido para quem fala muito, 'conta muita história'. A banda gostou e adotou a idéia. Assim, desde o dia 09 de agosto de 2003, o nome D'HanKs (D como referência ao “the” – “os”, em inglês) foi definido, depois de uma votação entre amigos e conhecidos dos integrantes.

Discography

Top of page
requires your email address in exchange for this free download. Continue with this download?

OK Cancel

requires an email address in exchange for this free download. Please login or create an account. Once you are logged in, you can download as many tracks as you wish.

Sign up Log in Cancel